Despencam ações por danos morais e insalubridade com a nova lei trabalhista

Praticamente despencaram as ações por danos morais e insalubridade, movida por funcionários contra as empresas.


Tudo isso em função da nova lei trabalhista onde coloca que, se o trabalhador perder a ação, ele terá de arcar com os honorários dos advogados (sucumbências) da empresa processada.


E como não é simples e muitas vezes até difíceis de comprovar tais ações, os próprios advogados estão orientando os clientes a não incluí-los nas novas ações.

Segundo Fabio Chong de Lima, sócio do L.O. Baptista Advogados. “Acabaram as ações aventureiras.”


Dano moral, por exemplo, é difícil de se comprovar porque depende principalmente de testemunhas. Já o adicional de insalubridade e periculosidade requer perícia técnica indicada pelo juiz e, se o trabalhador perder a ação, tem de bancar esse custo também, nesse caso para a Justiça.

Fonte: O Estado de São Paulo, por Cleide Silva, 02.04.2018

Crédito: Dr. Giulio Cesare


Sede - Pinheiros

Rua Artur de Azevedo, 622

Jardim América - SP 

11 3064-7585

Unidade Sul - Shop. Interlagos

Avenida Interlagos, 2255

Interlagos - SP 

11 3471-9010  / 3471-9012

Unidade Leste - Shop. Aricanduva

Av. Aricanduva, 5555

Vila Matilde - SP 

11 3061-0910 / 3444-2321

Unidade Oeste - CEASA

Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1946

Vila Leopoldina - SP 

11 3832-4049 / 3835-9576

  • LinkedIn da Ampai
  • Facebook da Ampai
  • Ampai no Instagram

AMPAI - Medicina e Segurança do Trabalho

ampai@ampai.com.br