AVCB

AVCB  - (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) 

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (A. V. C. B.), é o documento emitido pelo Corpo de Bombeiros da Policia Militar do Estado de São Paulo (CBPMESP) certificando que, durante a vistoria, a edificação possuí as condições de segurança contra incêndio. É um conjunto de medidas estruturais, técnicas e organizacionais integradas para garantir a edificação um nível proteção ativa e passiva, no segmento de segurança contra incêndios e pânico, previstas pela legislação e constantes no processo, estabelecendo um período de revalidação.

 

A análise preliminar de riscos de incêndio, elaborada por profissional habilitado, se faz necessária para elaborarmos o plano de emergência, sendo desta forma identificados, relacionados e representados numa planta de risco de incêndio.

São necessários a realização de Exercício simulados de abandono de área, parciais e completos, na edificação, com a participação de todos os ocupantes, sendo recomendada uma periodicidade máxima de um ano para simulados completos.


A AMPAI oferece a manutenção, através de reuniões periódicas, com registro em ata e envio às áreas competentes para as providências pertinentes.

Em relação a Prevenção e Combate a Incêndio, o AVCB está presente, O AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) é o certificado que atesta que edificação possui todas as condições de segurança contra incêndio e pânico, previstas na legislação.

A análise preliminar de riscos de incêndio se faz necessária para elaborarmos o plano de emergência, sendo desta forma identificados, relacionados e representados numa planta de risco de incêndio.

A documentação técnica é elaborada por profissional habilitado e nosso plano de emergência não foge essa regra, pois tal profissional irá analisar os riscos da edificação objetivando minimizá-los e/ou eliminá-los.

No estado de São Paulo este plano de emergência está descrito na Instrução técnica 16 do Decreto Estadual 63.911 de 2018.

O plano de emergência contra incêndio deve conter interface com outros planos, conforme os riscos específicos (produtos perigosos, explosões, inundações, pânico etc.)..
Deverá haver neste Plano de Emergência, o Plano de Risco de Incêndio, o qual irá fornecer informações necessárias.
São necessários a realização de Exercício simulados de abandono de área, parciais e completos, na edificação, com a participação de todos os ocupantes, sendo recomendada uma periodicidade máxima de um ano para simulados completos.
A AMPAI oferece no Plano de Emergência contra Incêndio a manutenção, através de reuniões periódicas, preferencialmente sob a coordenação do responsável pela gestão de riscos de incêndio, juntamente com sua equipe multidisciplinar (quando houver) e com o coordenador geral da brigada de incêndio, chefes e líderes de brigada de incêndio, brigadistas profissionais (se houver) e um representante do grupo de apoio, com registro em ata e envio às áreas competentes para as providências pertinentes

A revisão deste do Plano de Emergência contra Incêndio, deverá ser realizado quando:
a)            ocorrer uma alteração significativa nos processos industriais, processos de serviços, de área ou leiaute;
b)            for constatada a possibilidade de melhoria do plano;
c)            completar 12 meses da última revisão

A cada 12 meses será necessária uma auditoria realizada por um profissional habilitado.

Clique aqui e veja mais informações

 Entre em contato