Empresa não tem culpa por morte súbita de trabalhador durante descanso

Uma decisão que só ressalta a importância que a toda empresa deveria dar as Normas de Segurança e a Medicina do Trabalho bem feita.

Uma empresa que havia sido condenada em primeira instância a indenização a herdeira, foi absolvida pelo TST.

Segundo decisão do órgão, a empresa não tem responsabilidade pela morte trabalhador que morreu de forma súbita em seu período de descanso, mesmo que tenha sido nas dependências da empresa.

Segundo a decisão, a morte teria sido uma fatalidade, e não houve omissão por parte das empresas em prestar socorro ao trabalhador.

A decisão levou em conta as evidências de que foram cumpridas as normas de medicina e segurança no trabalho aplicáveis, e que o trabalhador foi prontamente atendido, sem, contudo, reagir às manobras de ressuscitação feitas pelo auxiliar de saúde.

Fonte: Revista Consultor Jurídico, 20.11.2017

Sede - Pinheiros

Rua Cristiano Viana, 131

Jardim América - SP 

11 3064-7585

Unidade Sul - Shop. Interlagos

Avenida Interlagos, 2255

Interlagos - SP 

11 3471-9010  / 3471-9012

Unidade Leste - Shop. Aricanduva

Av. Aricanduva, 5555

Vila Matilde - SP 

11 3061-0910 / 3444-2321

Unidade Oeste - CEASA

Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1946

Vila Leopoldina - SP 

11 3832-4049 / 3835-9576

  • LinkedIn da Ampai
  • Facebook da Ampai
  • Ampai no Instagram

AMPAI - Medicina e Segurança do Trabalho

ampai@ampai.com.br