Sede - Pinheiros

Rua Cristiano Viana, 131

Jardim América - SP 

11 3064-7585

Unidade Sul - Shop. Interlagos

Avenida Interlagos, 2255

Interlagos - SP 

11 3471-9010  / 3471-9012

Unidade Leste - Shop. Aricanduva

Av. Aricanduva, 5555

Vila Matilde - SP 

11 3061-0910 / 3444-2321

Unidade Oeste - CEASA

Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1946

Vila Leopoldina - SP 

11 3832-4049 / 3835-9576

AMPAI - Medicina e Segurança do Trabalho

ampai@ampai.com.br

Brigada de incêndio

03.09.2019

 

  1. O seu prédio está com a Brigada treinada?

  2. Qual o seu plano de abandono?

  3. Sabem operar a central de alarme?

  4. Sabem utilizar os extintores corretamente?

  5. Qual a periodicidade dos testes dos sensores e alarmes?

 

O tempo médio para um incêndio se propagar e ficar fora de controle é, aproximadamente, de 30 a 90 segundos.

 Pequenos gestos e atitudes, podem evitar grandes consequências!

 

Além do cumprimento de uma norma obrigatória do corpo de bombeiro, a brigada está relacionada a cultura de vida, protegendo as pessoas mais importantes para sua vida.

 

Incêndio não começa em grandes proporções ou gigantes, começa com pequenos deslizes ou atos inconsequentes.

 

A brigada de incêndio é um grupo organizado de pessoas que são voluntárias ou indicadas, treinadas e capacitadas para atuar na prevenção e no combate ao princípio de incêndio, abandono de área e primeiros socorros, visando, em caso de sinistro, proteger a vida e o patrimônio, reduzir as consequências sociais do sinistro e os danos ao meio ambiente.

 

Tornando-se obrigatória pela ABNT NBR 14276 de 12/2006 e é aplicada a todas as edificações ou áreas de risco, conforme o Decreto Estadual nº 63.911/18 - Regulamento de Segurança contra Incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo.

 

Devendo ela ser composta por funcionários fixos e o percentual de cálculo obtido considerando a classe e a subclasse de ocupação da edificação. Sendo esse cálculo feito de acordo com os requisitos previstos na Tabela 1 (Percentual de Cálculo para Composição de Brigada de Incêndio) IT 17 ou NBR 14276.

 

O responsável pela brigada de incêndio da planta deve planejar e implantar a brigada de incêndio, bem como monitorar e analisar criticamente o seu funcionamento, de forma a atender aos objetivos desta norma. Além disso, o estabelecimento deve possuir o atestado vistoria de brigada de incêndio (ver AVCB no site AMPAI).

 

O organograma da brigada de incêndio da planta varia de acordo com o número de edificações, o número de pavimentos em cada edificação e o número de empregados em cada pavimento, compartimento, setor ou turno.

 

Para seleção dos candidatos a brigadista, o empregador deve seguir alguns critérios básicos conforme o subitem 5.2 da IT Nº. 17, devem ser selecionados aqueles que atendam ao maior número de requisitos.

 

Para maior esclarecimento, tirar dúvidas e agendar seu curso, entre em contato, estamos disposição.

Compartilhar on Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Please reload

Posts Em Destaque

Sífilis avança no país. Veja os dados apontados pelo CREMERJ

October 16, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes

September 24, 2019

September 4, 2019