Sede - Pinheiros

Rua Cristiano Viana, 131

Jardim América - SP 

11 3064-7585

Unidade Sul - Shop. Interlagos

Avenida Interlagos, 2255

Interlagos - SP 

11 3471-9010  / 3471-9012

Unidade Leste - Shop. Aricanduva

Av. Aricanduva, 5555

Vila Matilde - SP 

11 3061-0910 / 3444-2321

Unidade Oeste - CEASA

Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1946

Vila Leopoldina - SP 

11 3832-4049 / 3835-9576

AMPAI - Medicina e Segurança do Trabalho

ampai@ampai.com.br

A grande culpada, sabe quem é?

14.06.2017

 

Ela mesma, você acertou se disse: Hipertensão Arterial. Ela é a grande culpada por cerca de metade das mortes por doenças cardiovasculares.

 

A Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC - lança uma campanha, associada à Internacional Society Hipertension - ISH. O objetivo é chamar a atenção para a doença que é responsável direta ou indiretamente por 50% das mortes cardiovasculares no país.

"A hipertensão é uma doença silenciosa com tratamento conhecido, mas que os brasileiros ainda negligenciam por não aderirem ao tratamento quando é diagnosticada, ou por sequer saberem que têm pressão alta"

 conta o presidente da SBC, Marcus Bolívar Malachias.

 

A 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial da SBC, recentemente publicada, analisou 14 estudos publicados nas regiões Sudeste, Sul e Centro Oeste e constatou que o controle da hipertensão no Brasil é muito baixo, variando de 10,1% a 35,5%.  

A Hipertensão atinge 32,5% (36 milhões) dos adultos e as suas complicações (cardíacas, renais e cerebrais) têm impacto elevado na perda da produtividade do trabalho e da renda familiar, estimada em R$ 13,7 bilhões entre 2006 e 2015.

"A adesão ao tratamento é essencial para impactarmos nos índices e reduzirmos as mortes por doença cardiovascular", lembra o presidente do Departamento de Hipertensão da SBC, Eduardo Barbosa.

"A conscientização sobre a Hipertensão tem que ser cada vez maior, principalmente por conta do aumento da expectativa de vida", diz o presidente do Departamento de Hipertensão da SBC, Eduardo Barbosa.

 

A 7ª Diretriz mostrou uma associação direta e linear entre envelhecimento e prevalência da Hipertensão. Na última década, o número de idosos aumentou de 6,7% para 10,8% e uma análise de uma série de estudos com 13.978 idosos revelou que 68% deles tinham pressão alta. "Sem tratamento, essas pessoas podem ter um infarto, um derrame ou complicações renais, às vezes, irreversíveis", completa Eduardo Barbosa.

 

O Blog Falando de Coração, vem insistentemente, batendo nessa tecla da conscientização, da prevenção e do tratamento, para que somente assim, consigamos diminuir os efeitos que a Hipertensão pode causar.

 

 

Dr. Giulio Cesare - CRM 83.543

Compartilhar on Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Please reload

Posts Em Destaque

Sífilis avança no país. Veja os dados apontados pelo CREMERJ

October 16, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes

September 24, 2019

September 4, 2019

September 3, 2019