A Importância do Técnico em Segurança do Trabalho



O Técnico em Segurança do Trabalho é um dos principais profissionais dentro de uma empresa, isso porque ele é responsável por promover não só a segurança e a saúde, como também o bem estar dos funcionários que atuam em cada segmento.

Essa importante missão também colabora para um significativo aumento da produtividade das equipes, já que a qualidade de vida no trabalho é um grande motivador. Além disso, mantém a companhia dentro da legislação, evitando multas e processos judiciais que poderiam pesar no bolso de qualquer empreendedor. Este especialista faz com que o trabalho de todos os funcionários da empresa se torne mais seguro, evitando muitos acidentes e doenças ocupacionais. Isso é fundamental para mudarmos o índice que coloca o Brasil dentre os 5 países mais perigosos do mundo para os trabalhadores ( Organização Internacional do Trabalho (OIT)).

O que faz um Técnico de Segurança do Trabalho?

Como você pode ver, o Técnico de Segurança do Trabalho é uma profissão muito importante na maioria das áreas do mercado de trabalho. Isso porque é fundamental para a segurança dos trabalhadores que atuam em ambientes que oferecem riscos.

Sendo assim, esta é uma atividade regulamentada pela Portaria nº 3.275 de 21 de setembro de 1989, que foi desenvolvida pela Ministra de Estado do Trabalho. Essa portaria é a responsável por estabelecer as principais atribuições de um TST.

No total, são 18 itens que fazem parte da rotina destes profissionais, independente da área de atuação da empresa.

São elas:

1. Informar e propor soluções ao empregador sobre os riscos existentes

2. Também deixar os funcionários cientes dos riscos e das medidas que serão tomadas para solucionar.

3. Analisar os métodos do trabalho e identificar os riscos de doenças ocupacionais, acidentes de trabalho ou agentes ambientais agressivos e propor medidas de eliminação ou controle.

4. Executar procedimentos de segurança e higiene, acompanhar os resultados e adequar estratégias prevencionistas.

5. Também realizar programas de prevenção a possíveis riscos, acompanhar os resultados e sugerir atualizações nestes procedimentos.

6. Promover eventos de discussão didáticos para evitar os possíveis acidentes e doenças ocupacionais.

7. Organizar períodos de reforma ou construções com procedimentos padrão de segurança e higiene.

8. Encaminhar para todos os setores as análises, normas e demais dados para o autodesenvolvimento dos trabalhadores.

9. Solicitar e inspecionar equipamentos de proteção contra incêndio e demais recursos indispensáveis e didáticos. Levar em consideração os requisitos da legislação vigente e o seu desempenho.

10. Estimular e cooperar com atividades de preservação ao meio ambiente, como a destinação de resíduos.

11. Orientar empresas contratadas sobre os procedimentos de segurança

12. Usar de métodos científicos para executar as atividades relacionadas à segurança e higiene do trabalho.

13. Fazer um levantamento estatístico sobre os casos de acidentes ou doenças ocupacionais, avaliando a periodicidade desses eventos, propondo ajustes para estimular a prevenção.

14. Relacionar-se com os Recursos Humanos, fornecendo análises precisas para que sejam adotadas medidas de prevenção em nível de pessoal.

15. Informar a todos sobre as atividades insalubres, perigosas e penosas bem como seus riscos e as medidas e alternativas para neutralizar ou eliminá-las.

16. Avaliar as condições ambientais de trabalho e emitir parecer técnico para o planejamento do trabalho de forma segura para o trabalhador.

17. Relacionar-se com órgãos e entidades ligados à prevenção de acidentes ou doenças e do trabalho.

18. Participar de eventos de atualização e aperfeiçoamento profissional.


A importância do TST para a comunidade

As atribuições do Técnico em Segurança do Trabalho que você viu acima mostram que atuação desse especialista é fundamental tanto para três partes:

• Para o empregador, que fica livre de problemas judiciais;

• Para o empregado, que trabalha com segurança e responsabilidade;

• E para a comunidade no geral.

Vamos ver abaixo quais os benefícios da presença deste profissional em cada área especificada acima?

Benefícios de um TST para os Funcionários da Empresa

O trabalho de um TST é importante para todo o tipo de empresa: desde escritórios corporativos até as grandes indústrias. Dessa forma, variam apenas as atividades que o profissional irá desenvolver para contribuir na eliminação e atenuação dos riscos.

Por exemplo, em escritórios corporativos os riscos ambientais aos quais os trabalhadores estarão expostos são reduzidos comparados às grandes indústrias. Nesses casos, o técnico responsável poderá desenvolver treinamentos preventivos; dicas de higiene ocupacional; procedimentos para situações de emergência; entre outros.

Já em áreas onde há relativamente mais riscos para a saúde e segurança física dos funcionários, o Técnico em Segurança do Trabalho desenvolverá outras tarefas. Como, testar as máquinas e equipamentos para ver estão dentro das normas de segurança; orientar os trabalhadores quanto à utilização de EPIs; monitoramento da qualidade da água e do ar; treinamentos para operação do maquinário; entre muitos outros.

Todas essas atividades fazem com que os trabalhadores possam desenvolver suas tarefas em segurança, com bem estar e produtividade. Além disso, estarão devidamente preparados para agir caso ocorra alguma emergência.

Benefícios de um TST para os Empreendedores

Para o empreendedor, a presença de um Técnico em Segurança do Trabalho na empresa também só traz benefícios. O primeiro deles é óbvio: reduzir significativamente os riscos ambientais, diminuindo a incidência de acidentes e doenças ocupacionais.

Só por este motivo, outros benefícios já vêm em conjunto como a diminuição de custos com processos trabalhistas, multas, pedidos indenizatórios, entre outros; Além de reduzir as taxas de ausência e de rotatividade de funcionários que implicam no atraso das atividades.

Assim, a empresa também manterá sua boa reputação frente à justiça, aos próprios funcionários, investidores, colaboradores e até mesmo concorrentes. Enfim, a contratação de um TST em qualquer empresa garante o bem estar dos funcionários e a produtividade da equipe em segurança.

Benefícios de um TST para a Comunidade

Toda comunidade é feita de trabalhadores e empregadores. Se fossemos contar apenas com os benefícios dessas primeiras partes, já conseguiríamos pensar nas inúmeras vantagens que a profissão traz à sociedade. No entanto, vai muito além disso.

Do ponto de vista econômico, os Técnicos em Segurança do Trabalho são profissionais capazes de colaborar com a economia do país. Isso porque os custos com perdas humanas e financeiras implicam em gastos excessivos em serviços de saúde e de previdência social.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Ministério da Saúde em 2013, no ano anterior, foram 4.948.000 o número de pessoas que declararam ter sofrido algum tipo de acidente de trabalho ou doença ocupacional.

Já pensou em quantos milhões reais são gastos nestes casos? Além dos problemas causados diretamente na vida do trabalhador, esses infortúnios causam gastos para os empregadores e para a economia do país devido à previdência e os serviços de saúde.

É sempre válido ressaltar, inclusive, que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) 96% dos casos de acidentes de trabalho poderiam ter sido evitados. O motivo disso é que na maioria dos acidentes, diversos outros incidentes e/ou falhas ocorreram antes, que poderiam ter sido evitadas ou corrigidas a tempo.

Ou seja, com a formação de excelentes Técnicos em Segurança do Trabalho, temos a chance de ter um país mais seguro para os trabalhadores. Essa é uma profissão que só traz benefícios para a sociedade como um todo.

0 comentário