O que muda com a nova diretriz sobre hipertensão

No início do mês de novembro, um assunto polêmico, a níveis normais da pressão arterial, ganhou novo capítulo.

O American College of Cardiology (ACC) e a American Heart Association (AHA) publicaram uma nova diretriz sobre hipertensão com uma nova definição que considerará hipertensão arterial estágio 1 a pressão arterial sistólica de 130 a 139 mmHg ou a diastólica de 80 a 89 mmHg.

Oficialmente, aprovada por 11 entidades, inclui novas recomendações sobre a definição de hipertensão, os limiares para o início do tratamento, e um novo alvo da PA.

Algumas sugestões com essa nova diretriz incluem:

  • Atenção maior na aferição da pressão arterial, ao longo de várias consultas, bem como fora do consultório

  • Um novo sistema de classificação da pressão arterial

  • Uma nova abordagem para a tomada de decisões para o tratamento que avalia os riscos cardiovasculares do paciente

  • Alvos mais baixos para a pressão arterial durante o tratamento da hipertensão arterial (talvez o mais polêmico)

  • Estratégias para melhorar o controle durante o tratamento, com uma ênfase em abordagens no estilo de vida.

Na prática, a classificação do pré-hipertenso foi eliminada e os níveis de pressão arterial previamente chamados de pré-hipertensão já são classificados como PA elevada, com pressão sistólica entre 120 e 129 e pressão diastólica inferior a 80 mmHg; e hipertensão estágio 1, que agora definem como pressão sistólica 130 a 139 ou uma pressão diastólica de 80 a 89 mmHg.

Veja a nova classificação:

  • Normal : quando PAS < 120mmHg + PAD < 80mmHg;

  • Elevada quando PAS estiver entre 120 e 129mmHg + PAD entre 80 e 89mmHg

  • Hipertensão Estágio 1 – Quando PAS estiver entre 130 e 139mmHg ou PAD entre 80-89mmHg

  • Hipertensão Estágio 2 – Quando PAS estiver acima ou igual a 140mmHg ou PAD acima ou igual a 90mmHg

Os valores estão bem abaixo da última orientação!

Para chegar a esse diagnóstico, a PA deve ser medida 2 a 3 vezes, em 2 a 3 ocasiões distintas. Se for utilizada a auto-medida ou a medida de outros profissionais, um check-list com 6 passos deve ser seguido, além de ser utilizado equipamento validado. Entretanto o método ideal e que melhor se correlaciona com eventos é a MAPA de 24 horas, em casos por exemplo para diagnóstico de HAS do avental branco e hipertensão mascarada.

No Brasil, uma porcentagem de 25% é hipertensa, com essas novas orientações, passaríamos a uma porcentagem de 35%.

Aqui as sociedades de cardiologia estão vendo com muita ressalva essas medidas. Portanto o melhor a se fazer, caso você tenha dúvida ou se enquadre nessa nova classificação, é procurar seu cardiologista e obter orientações específicas, como mudanças no estilo de vida principalmente, antes de começar a usar medicamentos sem critérios.

Sede - Pinheiros

Rua Cristiano Viana, 131

Jardim América - SP 

11 3064-7585

Unidade Sul - Shop. Interlagos

Avenida Interlagos, 2255

Interlagos - SP 

11 3471-9010  / 3471-9012

Unidade Leste - Shop. Aricanduva

Av. Aricanduva, 5555

Vila Matilde - SP 

11 3061-0910 / 3444-2321

Unidade Oeste - CEASA

Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1946

Vila Leopoldina - SP 

11 3832-4049 / 3835-9576

  • LinkedIn da Ampai
  • Facebook da Ampai
  • Ampai no Instagram

AMPAI - Medicina e Segurança do Trabalho

ampai@ampai.com.br